Amazonino Mendes : o Negão chegou, pela reconstrução do Amazonas voto 12!

Obras do governo Amazonino geram 26 mil empregos diretos e indiretos no Amazonas

4 de setembro de 2018 - Manaus (AM)

Mais de 26 mil empregos diretos e indiretos em todo o estado foram gerados pelas obras feitas pelo candidato à reeleição da coligação “Eu voto no Amazonas”, Amazonino Mendes (PDT). São R$ 1,5 bilhão investidos em obras que abrangem desde a recuperação do sistema viário dos municípios até a construção de escolas, reforma de hospitais, entre outros projetos.

Amazonino destravou várias obras na capital e no interior. Além disso, deu início a outras construções importantes, como as de recapeamento asfáltico. Somente para o sistema viário, Amazonino destacou meio bilhão de reais, incluindo intervenções em Manaus e em outros 53 municípios, cujas obras já estão em andamento, licitadas ou em licitação.

“Estamos com obras em quase todos os municípios do interior do estado. Só aqui, em Manaus, com 23 frentes de trabalho e vamos para 35 obras, já geramos milhares de milhares de empregos. Imaginem os empregos que geramos em todo o interior. O Amazonas é um oásis do Brasil. Nós agora, agora, temos de ter um cuidado muito sério, de não jogarmos fora o que estamos conquistando e sairmos do trilho”, comentou Amazonino.

A retomada de obras contribui não só para a infraestrutura, mas também dá gás à economia no estado. Enquanto no cenário nacional há 14 milhões de desempregados, Amazonino caminha na contramão, gerando oportunidades a pessoas que estavam paradas em casa. Dos 26 mil empregos gerados com as obras, seis mil são diretos e outros 20 mil indiretos.

O número de oportunidades de trabalho ainda pode aumentar: com revisão de contratos na gestão pública, Amazonino está economizando e revertendo os recursos em obras para melhoria da infraestrutura no estado. Entre as vagas geradas, há oportunidades para engenheiros, mecânicos, vigias, eletricistas, pedreiros, ajudantes de pedreiros, bombeiros hidráulicos, operadores de maquinários, entre outros.

Foto: Clóvis Miranda