Amazonino Mendes : o Negão chegou, pela reconstrução do Amazonas voto 12!

Amazonino vai trabalhar para levar fábrica de cimento a Nhamundá

16 de setembro de 2018 - Manaus (AM)

O candidato à reeleição pela coligação “Eu voto no Amazonas”, Amazonino Mendes (PDT), foi recebido com grande caminhada em Nhamundá, neste domingo (16). No município, o governador se comprometeu em trabalhar para levar uma fábrica de cimento para iniciar a exploração de calcário em Nhamundá, e anunciou apoio para a realização da Festa do Tucunaré.

Amazonino Mendes visitou o município acompanhado da candidata a vice-governadora, Rebecca Garcia (PP), do candidato ao Senado, Alfredo Nascimento (PR), dos candidatos a deputado estadual Stones Machado (PDT), Dermilson Chagas (PP) e Rossy Amoedo (SD), e do candidato a deputado federal Hendrick (PDT). Participaram do evento também Israel Paulain, o prefeito de Parintins, Bi Garcia (PSDB), os ex-prefeitos de Nhamundá, Mario Paulain e Paulo Albuquerque, e presidente da Câmara Municipal de Nhamundá, Geraldo Bindá (PR), e de Parintins, Maildson Mendes (PSDB).

Atendendo a uma demanda da população, Amazonino garantiu que trabalhará para colocar uma fábrica de cimento no município, explorando as reservas de calcário e gerando emprego e renda. “Eu não posso garantir que vou colocar uma fábrica de cimento aqui, pois isso também depende da empresa. Eu nunca menti na minha vida, como candidato. Eu vou me empenhar ao máximo para ter o rebaixamento de energia, para ter energia e ensejar a possibilidade de uma indústria de cimento se instalar aqui e explorar o calcário. E sabe quem é que vai me ajudar nisso? Alfredo Nascimento. Nós vamos nos dar as mãos. A fábrica de cimento de Manaus fechou, então se Deus quiser vamos abastecer Manaus com cimento de Nhamundá”, declarou.

O governador firmou também o compromisso de apoiar a Festa do Tucunaré, principal evento da cidade. “Vieram me falar que está ameaçada a Festa do Tucunaré. Isto é natural porque todos os interiores têm festas, mas a festa é tradicional daqui. O meu Governo já gastou cerca de R$ 30 milhões em apoio a eventos nos interiores, mas é preciso que a prefeitura faça o pedido em tempo hábil, não esteja inadimplente. A situação é essa. Mas a festa vai ser feita”, afirmou.

No evento, Amazonino falou ainda sobre as obras em Nhamundá, que estão em fase de conclusão. Todas as ruas da sede do município estão sendo recuperadas. Ele relembrou ainda obras feitas nas gestões passadas em que foi governador, como o hospital do município, escolas e aeroporto. “Sobrevoando a nossa cidade linda, vimos que ela está pintada de preto de asfalto. Se eu fosse prefeito dessa cidade, eu ia atrás desse Negão e ia pedir voto pra ele até pros tucunarés. O hospital foi o Negão que fez, a maioria das escolas, o aeroporto”, destacou.

“Peguei um estado quebrado. Nhamundá há anos não via obras. A gente trabalha, se mata, se arrebenta todo, bota homem em todo o interior, chega aqui e pinta a cidade de preto com asfalto. E tem mais: pode arranjar mais rua que o Negão vem e asfalta”, completou.

Festa para receber o governador
O pequeno número de carros no município e o sol forte não atrapalharam a festa da população de Nhamundá, que foi às ruas a pé, seguindo o governador Amazonino Mendes. Surpreso com a recepção, Amazonino disse que nunca viu isso em lugar nenhum. “Uma grande caminhada pelas ruas de Nhamundá. A caminhada da esperança, do amor, da gratidão”, frisou.

Morador de Nhamundá, Orivaldo Paulain foi um dos que participou da caminhada em prol da eleição de Amazonino. Ele relembrou feitos do governador e disse que espera que Amazonino tenha mais quatro anos de gestão para continuar olhando pelo interior. “Eu lembro muito bem, como se fosse hoje, do primeiro governo dele. A gente sentiu falta, porque Amazonino foi um governador excelente. Apoiava os alunos, dava forno para o trabalhador rural, ajudava o pescador e nunca esqueceu do Baixo Amazonas. Sentimos falta do Amazonino como governador, e contamos que ele possa vir e ficar conosco por mais quatro anos dessa vez”.

Amazonino fez
Em onze meses de gestão, o governador investiu R$ 5,6 milhões na recuperação do sistema viário de Nhamundá. Na área da saúde, Amazonino já destinou R$ 654 mil para o Hospital Coronel Pedro Macedo, e repassará, até dezembro, mais R$ 334 mil. O município ganhou também uma ambulância, para auxiliar no resgate de pacientes.

Historicamente, Amazonino é lembrado no município pelas maiores obras de Nhamundá: foi ele quem construiu o hospital da cidade, o aeroporto e a maioria das escolas localizadas na sede do município, além das escolas em comunidades indígenas.